Em quatro meses de vacinação contra a Covid-19, Prefeitura de São Luís é a segunda entre as capitais que mais vacina no Brasil


Foto: @Divulgação
Com quatro meses de campanha de vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura já aplicou mais de 313 mil doses do imunizante, somadas a primeira e a segunda doses (até a terça-feira, 17). Com uma taxa de vacinação de 92,64% a capital maranhense é a segunda que mais vacina no país, segundo dados do Ministério da Saúde (MS). Neste período, a gestão do prefeito Eduardo Braide vem trabalhando para garantir que a imunização avance de forma rápida, organizada e segura seguindo a estratégia do Plano Municipal de Imunização.
“Chegamos a quatro meses de vacinação contra a Covid-19 de forma organizada e com um dos melhores índices do país. Temos feito o chamamento dos públicos-alvo seguindo à risca o quantitativo de vacinas disponíveis e atendendo todas as diretrizes do Plano Nacional de Imunização. É assim que vamos seguir até que toda a nossa população esteja protegida contra este vírus”, assegurou o prefeito Eduardo Braide.


Técnica de enfermagem Domingas Ramos Alves, de 49 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra Covid-19 em São Luís durante a campanha municipalFoto: @Divulgação
Foto: @Divulgação

Até esta terça-feira (18), a Prefeitura de São Luís já havia aplicado 313.746 doses de vacinas. São 210.115 pessoas que já tomaram a primeira dose e 103.631 pessoas que já receberam as duas doses necessárias para estarem protegidas contra o coronavírus.

A técnica de enfermagem Domingas Ramos Alves, de 49 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra Covid-19 em São Luís, durante o lançamento da campanha, dia 19 de janeiro, no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), no Centro.

O ato aconteceu no pátio externo da unidade e a escolha de Domingas Ramos Alves foi uma forma de homenagear todos os profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a pandemia. Eles foram o primeiro grupo prioritário a ser vacinado, segundo o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

A taxa de vacinação em São Luís é 92,64%, o que faz da capital maranhense a segunda que mais vacina no país, proporcionalmente à quantidade de doses recebidas, segundo ranking do Localiza SUS, do Ministério da Saúde.

O secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, destacou que o bom desempenho de São Luís é fruto da preocupação do prefeito Eduardo Braide.

“Mesmo antes de assumir a Prefeitura, o prefeito Eduardo Braide teve o cuidado de reunir os profissionais que integrariam a sua equipe para debater a melhor estratégia de vacinação. E desde o início da campanha temos ampliado cada vez mais a nossa capacidade de vacinação, o que garante que a nossa população seja atendida de maneira mais rápida e confortável”, disse o titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

A Prefeitura de São Luís montou o Plano Municipal de Vacinação - antes mesmo do início da campanha - com todas as diretrizes para garantir que as doses fossem aplicadas com a maior rapidez possível, assim que fossem disponibilizadas pelo Ministério da Saúde.

Público


Foto: @Divulgação
Já foram vacinados em São Luís com primeira ou já com as duas doses os profissionais de saúde, idosos a partir dos 60 anos, incluindo os em instituições de longa permanência e os acamados, que estão sendo vacinados em suas residências. Também já foram convocados para vacinação profissionais das instituições de ensino infantil, fundamental e superior das redes pública municipal, privada e escolas comunitárias.
Pessoas com comorbidades a partir de 18 anos, rodoviários e agentes de limpeza também já foram chamados para a vacinação. Pacientes oncológicos e renais crônicos (dialíticos) estão sendo imunizados nas unidades de saúde em que fazem seu tratamento.

Profissionais das forças de segurança, salvamento e armadas também já puderam iniciar o seu ciclo de vacinação. Pessoas com deficiência nos abrigos institucionais da Prefeitura de São Luís também já receberam as doses da vacina.

Pessoas com Síndrome de Down a partir de 18 anos também já podem se vacinar em São Luís. Gestantes e puérperas estão sendo vacinadas de acordo com as orientações do Ministério da Saúde quanto aos possíveis riscos causados pelas vacinas.

Nesta quarta-feira (19), pessoas com deficiência mental severa e moderada, incluindo Transtorno do Espectro Autista, a partir dos 18 anos, também serão vacinadas. O anúncio foi feito pelo prefeito Eduardo Braide em suas redes sociais.

Pontos de imunização

Atualmente, São Luís tem quatro pontos fixos. O primeiro a ser instalado foi o Centro Municipal de Vacinação, no Pavilhão de Eventos do Multicenter Sebrae, no Cohafuma, e que tem capacidade para atender mais de 2 mil pessoas por dia.

O segundo ponto foi o drive-thru montado na Universidade Federal do Maranhão (UFMA), e em seguida, um posto de vacinação no Centro de Convenções da Universidade, que juntos conseguem atender mais de 2.500 pessoas por dia. Na sequência, foi montado o ponto localizado no drive-thru do Espaço Reserva, no bairro Maranhão Novo, cuja capacidade de atendimento é de mais de 2.000 mil pessoas por dia.


Foto: @Divulgação

Os quatro locais funcionam de segunda-feira a sábado, das 8h às 18h, e contam com área de triagem, guichês de vacinação, espaço de observação na pós-vacina, ambulâncias de prontidão para prestar atendimento aos pacientes que manifestem alguma reação e foram montados seguindo todas as normas sanitárias necessárias para evitar aglomeração de pessoas.

Por meio de uma parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), foi instalado um posto de vacinação para idosos a partir dos 60 anos que vivem na Zona Rural. O posto instalado no Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT) Distrito Industrial, no KM 5 da BR-135, bairro Tibiri, funcionou na segunda (17), terça (18) e nesta quarta-feira (19).

Cadastro


Outra medida importante tomada pela Prefeitura foi o lançamento de plataformas na internet para o cadastramento para cada um dos públicos-alvo e a solicitação de listas com os nomes de seus profissionais às unidades de saúde, instituições de ensino, forças de segurança, armadas e de salvamento, empresas de transporte coletivo entre outras.

Com isso é possível saber previamente a quantidade de doses necessárias para imunizar cada um dos públicos e organizar o calendário de vacinação, conforme faixa-etária e mês de nascimento, evitando que pessoas ainda não contempladas se dirijam aos locais de vacinação.

No caso dos idosos, o cadastramento também garante saber se há ou não a necessidade do atendimento em casa, se o idoso for acamado ou tiver dificuldade de locomoção.

Além disso, para evitar que idosos deixassem de ser vacinados, a Secretaria Municipal da Criança e da Assistência Social (Semcas), com agentes dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras), tem realizado o trabalho de identificação na busca ativa de idosos sem acesso à internet, acamados ou em algum tipo de situação de vulnerabilidade.

Segurança


Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura colocou em execução um plano de segurança e transporte para garantir a imunização da população de São Luís. Os trabalhos estão sendo coordenados conjuntamente pelas secretarias municipais de Saúde (Semus) e de Segurança com Cidadania (Semusc), por meio da Guarda Municipal. Para isso, os dois órgãos montaram estratégias que estão garantindo êxito na logística e distribuição dos imunizantes na capital.

Segundo balanço do Município, até o momento não foi registrado nenhum incidente ou ocorrência no andamento do serviço que começa desde a entrega das doses destinadas à cidade, acondicionamento, deslocamento e entrega dos imunizantes a um dos pontos de aplicação na cidade.


Foto: @Divulgação
Além desses espaços, as equipes da Guarda Municipal de São Luís atuam na segurança das equipes da Coordenação de Imunização que fazem a vacinação dos idosos acamados em residências e também do sistema de busca ativa nos bairros e regiões da cidade.

313.746 mil doses aplicadas
210.115 mil pessoas já receberam a primeira dose
103.631 mil pessoas já receberam a segunda dose
338.657 doses de vacinas recebidas, incluindo segundas doses que aguardam o dia de aplicação
92,64% é a taxa de vacinação de São Luís

Vacinação conforme públicos
107.166 mil idosos já tomaram a primeira dose
71.400 mil idosos já tomaram a segunda dose
47.249 mil trabalhadores da saúde já tomaram a primeira dose
34.048 mil trabalhadores da saúde já tomaram a segunda dose
17.491 mil pessoas com comorbidades já tomaram a primeira dose
192 pessoas com comorbidades já tomaram a segunda dose


Comentários