Brasil já está "diante de terceira onda" de Covid-19, afirmam secretários de Saúde dos estados

MICHAEL DANTAS/GETTY IMAGES


247 - O presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula, disse nesta segunda-feira (21) que a aceleração no número de casos de Covid-19 aponta que estamos “diante de uma terceira onda” da pandemia no país.


O lento avanço da vacinação ajudou a diminuir o número de óbitos em março e abril, mas agora está sendo registrado um aumento no número de mortes. Neste último fim de semana, 12 estados tiveram óbitos em alta.

O patamar do número de óbitos voltou a ficar acima de 2 mil no país, que ultrapassou a marca de 500 mil mortes pela doença, informa reportagem do Globo. E, ao longo dos últimos sete dias, o Brasil também foi o segundo país com mais mortos pelo coronavírus, atrás apenas da Índia.


Além disso, com a chegada do inverno, é esperado um aumento de casos de pacientes com problemas respiratórios.

Para o Conselho Nacional de Secretários de Saúde, é preciso acelerar a vacinação no país.

Comentários