Governo mantém dois pontos na Grande Ilha para auxiliar na imunização contra a Covid-19

Pontos de imunização tem como objetivo acelerar a proteção dos maranhenses
(Foto: Ruy Barros)

Com o intuito de auxiliar os municípios no aumento da cobertura vacinal contra a Covid-19, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), mantém dois pontos de imunização na Grande Ilha: o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA/Cintra) e no estacionamento do Pátio Norte Shopping, que funciona em sistema de drive-thru. Juntos, esses dois espaços já aplicaram mais de 41 mil doses de vacina contra a doença.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, o funcionamento desses pontos de imunização tem como objetivo acelerar a proteção dos maranhenses, em parceria com os municípios. “Só com o avanço da imunização iremos conseguir vencer a Covid-19. Por isso, todos os nossos esforços estão voltados para aumentar ainda mais a cobertura vacinal da população maranhense”, afirma o secretário Carlos Lula.

Na sala de vacinação do Cintra/IEMA, estão sendo imunizadas as pessoas que perderam o prazo para tomar a primeira dose da vacina. Podem procurar o local para vacinação: profissionais da educação da rede estadual e federal, profissionais da comunicação, funcionários da CAEMA e do DETRAN, além de profissionais da segurança ativos e forças armadas. A sala funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e, aos sábados, das 8h às 16h. Desde o início do funcionamento da sala, mais de 15 mil pessoas já foram imunizadas.

Já no Shopping Pátio Norte, estão sendo imunizados moradores dos municípios de Paço do Lumiar e São José de Ribamar que tenham 18 anos ou mais. Entre primeira e segunda dose, já foram aplicadas no local 26.916 doses de vacina contra a Covid-19.

A superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Tayara Pereira, conta que além destes dois pontos, funcionou também um ponto de vacinação na Unidade de Promoção da Saúde SESI Araçagi, para a imunização de profissionais com registros no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), e profissionais da indústria.

“Como já finalizamos a imunização desse público, a sala foi fechada e os profissionais destas categorias que ainda não se vacinaram estão sendo direcionados para outros pontos”, explica a superintendente Tayara Pereira.

Comentários