SOLDADO QUE MATOU A EX-MULHER É REINTEGRADO AO QUADRO DA PM DO MARANHÃO



O soldado Carlos Eduardo Nunes Pereira que assassinou a sua ex-mulher Bruna Lícia Fonseca Pereira e o amante José Willian dos Santos Silva, será reintegrado ao quadro de Praça da Polícia Militar do Maranhão. A informação foi publicada no Diário Oficial.

RELEMBRE O CASO

No dia 25 de janeiro de 2020, o policial militar Carlos Eduardo Nunes Pereira, de 31 anos, matou a tiros sua ex-mulher, Bruna Lícia Fonseca Pereira, e José Willian dos Santos Silva, colega de trabalho dela, com o qual a mulher supostamente mantinha um relacionamento amoroso.

O crime foi cometido no apartamento dela, no Condomínio Pacífico I, no bairro Vicente Fialho, em São Luís. A mulher foi atingida com dois tiros, sendo um no seio e outro no abdômen, enquanto José William levou cerca de quatro tiros. Segundo a Polícia Civil, pelo menos oito tiros foram efetuados pelo policial.



Fonte: Werbeth Saraiva

Comentários