Após assassinato do marido, polícia descobre que crime foi encomendado pela esposa, no MA

Charles Cutrim era empregado em uma grande empresa em São Luís e foi morto a mando da esposa, segundo a Polícia — Foto: Arquivo Pessoal


Após uma investigação de mais de um ano, a Polícia Civil elucidou um crime e descobriu que uma mulher encomendou a morte do próprio companheiro, e ainda pagaria os criminosos com R$ 1.500 como “entrada” e o restante do valor seria dividido em parcelas de R$ 700,00, pagas via depósito bancário.

O crime aconteceu no início da manhã do dia 27 de março de 2020, quando a vítima Charles Cutrim de Sousa foi alvejado com disparos de arma de fogo na porta da própria casa no Residencial Renascer, região do Maiobão, em Paço do Lumiar.

Segundo a polícia, em um primeiro momento, o crime foi repassado como um possível latrocínio, mas no decorrer das investigações chegaram vestígios que apontaram a morte como homicídio. A esposa, após ser presa, confessou que decidiu matar o companheiro porque ele não aceitava o fim do relacionamento e costumava ameaçá-la de morte, caso se separassem.

O crime pode ter tido a participação de várias pessoas e, nesta quarta-feira (25), dois suspeitos foram presos nos bairros Pirapora e Vila Luizão e encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Charles Cutrim era empregado em uma grande empresa em São Luís e, além do patrimônio pessoal, possuía seguro de vida.



Fonte:G1MA

Comentários