Homem tenta entrar em mercado sem máscara, volta armado e é morto

Cacos de vidro e tapume em mercado depredado em Palhoça — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Um homem foi morto após ser impedido de entrar em um mercado sem máscara de proteção contra o coronavírus e voltar ao estabelecimento armado com uma faca, informou a Polícia Militar. O caso ocorreu na noite de domingo (8) em Palhoça, na Grande Florianópolis. Até a noite desta segunda-feira (9) nenhum suspeito havia sido preso.

Após a confirmação da morte, o mercado foi depredado e alvo de tiros. A Polícia Civil confirmou que investiga o caso, mas não passou detalhes sobre a apuração.

De acordo com a PM, o desentendimento ocorreu por volta das 19h30 em um mercado no Bairro Passagem do Maciambu. O homem que morreu tinha 44 anos. Após ser impedido de entrar no mercado, ele voltou ao local armado com uma faca e ameaçou clientes e funcionários.

Houve uma briga no mercado. O homem foi retirado do local por conhecidos, que o levaram até o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Ele tinha ferimentos na cabeça, e foi chamado apoio médico, que constatou a morte.

Segundo a PM, as pessoas que depredaram o mercado não foram localizadas. Ainda de acordo com a corporação, ele tinha antecedentes criminais por lesão corporal, ameaça, dano, invasão de propriedade e crimes ambientais.

Uso de máscara é obrigatório

Em Santa Catarina, é obrigatório o uso de máscara em qualquer lugar por prevenção contra o coronavírus, seja ele público, privado ou ao ar livre, com exceção do interior das residências.

Quem estiver sem a proteção em ambiente fechado fora de espaços domiciliares está sujeito a multa de R$ 500, dobrado o valor em caso de reincidência.



Fonte:G1

Comentários