Enfermeira é morta a tiros na frente das filhas no ES e ex é preso como suspeito

Enfermeira foi morta a tiros na frente das filhas no ES e ex foi preso como suspeito

Um homem de 40 anos foi preso em Conceição do Castelo, no Sul do Espírito Santo, suspeito de matar a tiros a ex-mulher, a enfermeira Giselly Thaís Cassandro de Souza, de 36 anos, na frente dos filhos e do neto. O crime aconteceu por volta das 18h de sábado (25) e foi registrado por uma câmera.

Segundo relato de familiares, a enfermeira e o ex-marido ficaram juntos por cinco anos. Ela teria começado a ser ameaçada por ele desde que pediu o pagamento de pensão alimentícia para a filha do casal, de 18 anos, que começou a fazer faculdade.

Testemunhas contaram que Giselly estava sentada na varanda quando Natal Corrêa passou e atirou contra ele. Mesmo com ela já caída, os disparos teriam continuado.

Depois de baleada, a mulher foi socorrida para o Hospital Municipal Nossa Senhora da Penha, mas chegou ao local já morta. A equipe médica constatou que a vítima foi atingida por nove disparos.

Enfermeira Giselly Thaís Cassandro de Souza foi morta a tiros — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O suspeito do crime foi encontrado pela Polícia Militar na casa dele, no bairro Nicolau Vargas. Com ele, os militares encontraram uma pistola. A suspeita é de que ele tenha usado a arma para matar Giselly.

Dentro da casa dele, a polícia encontrou ainda munição e um carregador de pistola.

Natal e o material apreendido foram levados para a Delegacia de Venda Nova do Imigrante. De acordo com a Polícia Civil, ele foi autuado em flagrante por feminicídio e encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV).




Fonte:G1

Comentários