Estelionatário que se passava por senador maranhense é preso

Homem é preso suspeito de fingir ser políticos e empresários para aplicar golpes — Foto: Divulgação

Um homem foi preso preventivamente, na madrugada desta quinta-feira (23), suspeito de tentativa de crime de estelionato. Segundo a Polícia Civil e Polícia Militar do Maranhão, Carlos Roberto Melo Prado, mais conhecido como “Prado Carioca”, usava o nome de políticos e empresários da região, como Weverton Rocha e Fernando Sarney, para aplicar golpes nas vítimas.

Em um dos casos, segundo as investigações, o suspeito entrou em contato com uma vítima por um aplicativo de mensagem e fingiu ser o senador Weverton Rocha. Na ocasião, Carlos Roberto tentava pedir dinheiro para Universidade Federal do Rio de Janeiro em troca de levar grupos folclóricos do Maranhão para apresentações na universidade.

Em outra ocasião, em 2020, um dos alvos foi o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. O criminoso fingiu ser o empresário Fernando Sarney e pediu uma quantia em dinheiro.

Segundo a polícia, o estelionatário responde por vários processos criminais desde 2010, quando começou a se passar por autoridades públicas. Após cumprimento do mandado e interrogatórios, Carlos Roberto Melo Prado foi preso preventivamente.



Fonte: G1 MA

Comentários