Geisy Arruda é punida pelo Instagram por sexualizar o maníaco Lázaro Barbosa

Foto: Reprodução

Autora de contos eróticos, Geisy Arruda diz se inspirar em temas atuais para produzir contos eróticos — da alta da carne aos episódios de terror vividos pela população do DF em junho, com a fuga de Lázaro Barbosa. O história picante que escreveu sobre o serial killer, no entanto, não agradou o Instagram, que acusou a loira de se fazer apologia ao crime.

“O Instagram falou que eu estava fazendo apologia ao crime. Fui quase cancelada. Só porque eu quis fazer uma gracinha. Não era o serial killer, mas aquele baiano com aquele corpo atlético no meio do mato. Eu estava olhando pelo lado sexual, e não julgando a pessoa do Lázaro. Eu estava viajando na put***, né?”, disse ela ao UOL.

A escritora, que lança nesta quinta-feira (9/9) seu terceiro livro de contos eróticos, afirma ter recebido um aviso da rede social. “Tiraram do ar e mandaram uma notificação. E ainda colocaram, ‘você corre o risco de perder a sua conta’. Quase me lasquei por causa do Lázaro e essa minha criatividade. Fui suspensa e ainda levei uma ameaça. A minha sorte é que eu já sou cancelada mesmo e não deu em nada.”

Pelas diretrizes do Instagram, usuários podem ter publicações bloqueadas pelas violações de uma série de regras, como por exemplo posts contendo nudez, com mensagens de incentivo à violência ou apologia ao crime.



Fonte:Metrópoles

Comentários