Pai e mãe são presos por vender a filha de 11 anos em troca de três cervejas

Foto: Ilustrativa

Um casal foi preso, na quinta-feira (9), na cidade de Pinheiro, na Baixada Maranhense, pelo crime de estupro de vulnerável.

Segundo as investigações da Delegacia Especializada da Mulher de Pinheiro, um homem e uma mulher (pai e mãe) venderam a própria filha, uma criança de 11 anos de idade.

No fim do mês de agosto deste ano, chegou ao conhecimento da Polícia Civil que os pais, em um povoado da cidade de Pinheiro, haviam vendido sua filha para um homem.

Casal foi levado para delegacia da cidade

Realizadas buscas, a polícia confirmou os fatos apresentados na denúncia recebida. As investigações apontam que a vítima, no dia seguinte após ser vendida, fugiu da residência do “comprador” e retornou para casa de seus pais. Eles negaram seu acolhimento, pois ela já não era mais virgem e eles ficariam mal falados.

De imediato, a criança ficou sob a responsabilidade do Conselho Tutelar que adotou medidas de proteção a sua integridade.

Diante dos fatos, foi representado pela prisão temporária dos genitores da criança e do homem que a “comprou”.

Eles responderão por crime de estupro de vulnerável, previsto no artigo 217-A do CPB (ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos), com pena de reclusão, de 8 a 15 anos.



Fonte:Meionorte




Comentários