Desabastecimento: Petrobrás não conseguirá atender demanda em novembro


Um alerta para as distribuidoras de combustível: A Petrobrás acaba de confirmar que não conseguirá produzir o suficiente para atender a todos os pedidos referentes ao mês de novembro. O risco é de desabastecimento do páis.

Segundo a petroleira, os pedidos para o mês de novembro foram acima da sua capacidade de produção. Recentemente, a Associação das Distribuidoras de Combustíveis Brasilcom – que representa mais de 40 distribuidoras regionais de combustíveis – sinalizou que A Petrobras teria avisado sobre "uma série de cortes unilaterais nos pedidos feitos para fornecimento de gasolina e óleo diesel" para novembro.

Petrobras confirma que não conseguirá produzir combustível suficiente em novembro

De acordo com a associação, algumas reduções chegam a 50% das solicitações de compra. Além disso, as empresas não estão conseguindo comprar combustíveis no mercado externo devido aos preços praticados no mercado internacional, bem acima do que é cobrado no Brasil.

O risco de desabastecimento acontece em um cenário em que a Petrobras e o governo federal vêm sofrendo pressões devido aos aumentos consecutivos dos preços dos combustíveis no país.

O Brasil não produz o volume de combustíveis necessário para abastecer o país e depende de importações. A Petrobras, nos últimos anos, vem buscando praticar preços de mercado, para garantir que as compras externas não tragam prejuízos.

Ainda em seu comunicado, a Petrobrás informou que está operando seu parque de refino com fator de utilização de 90% no acumulado de outubro, contra 79% no primeiro semestre do ano.



Fonte: Meio Norte

Comentários