Sem propostas, rodoviários continuam greve na Grande São Luís

Ônibus permanecem parados nas garagens da cidade — Foto: Paulo Soares


Sem nenhuma proposta de negociação, os rodoviários continuam greve na Grande São Luís. Nesta sexta-feira (29) completam nove dias de paralisação do sistema de transporte público na Região Metropolitana da capital.

A categoria, que iniciou o movimento grevista na última quinta-feira (21) com 100% da frota de ônibus sem circular na Grande São Luís, reivindica um reajuste salarial de 13%, uma jornada de trabalho de seis horas, tíquete de alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente e a concessão do auxílio-creche, para trabalhadores com filhos pequenos.

De acordo com uma nota divulgada na quarta-feira (27) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (Sttrema), "até o momento, não houve qualquer sinalização de um encontro" para decidir o rumo sobre a greve dos rodoviários.

A nota do Sttrema diz ainda que "sem avanços, os ônibus permanecem dentro das garagens e os rodoviários aguardando por uma decisão".





Fonte: G1MA

Comentários