População enfrenta longas filas para recadastramento em Central do CadÚnico em São Luís

Longas filas se formam na Central do CadÚnico em São Luís — Foto: Reprodução/TV Mirante


Após o fim do auxílio do Bolsa Família, longas filas têm se formado nos últimos dias na Central de Atendimento do Cadastro Único (CadÚnico) , onde são realizados ações e serviços de caráter assistencialista, para famílias em vulnerabilidade social, em São Luís, que buscam atualizar os seus dados para obter novos benefícios lançados pelo governo.

Como é o caso do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), localizada na Vila Esperança, no bairro Maracanã, na zona rural da capital. No local, os serviços para famílias que estão cadastradas no CadÚnico, como o auxílio de programas assistenciais do governo, as filas chegam a dar volta nos quarteirões do bairro.

Segundo os beneficiários, há dias inúmeras pessoas ficam nas filas aguardando a distribuição de senhas, mas somente cerca de 30 senhas são distribuídas por dia.

O Cadastro Único para Programas Sociais é a porta de entrada para diversos benefícios sociais. Muitas pessoas foram à Central preocupadas em como receber o Auxílio Brasil, que vai substituir o Bolsa Família.

Segundo o governo federal, o novo benefício de começar a ser depositado no dia 17 de novembro. A ideia é seguir o mesmo calendário do Bolsa Família, mas com um reajuste de 20% sobre os valores que vinham sendo pagos. O valor de R$ 400 só deve ser atingido em dezembro.



Fonte: G1MA

Comentários