Surto de gripe Influenza A tem 1º caso confirmado no Maranhão

Foto: Freepik.


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) do Maranhão informou por meio de nota divulgada nesta quarta-feira (22), a notificação do 1º caso de contaminação pelo vírus Influenza A H3N2. O vírus tem causado um surto de gripe que se espalha pelo Brasil, e agora chega ao estado.

O caso está sendo acompanhado por equipes do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS). Segundo a SES, o paciente diagnosticado é um garoto de 10 anos que deu entrada na rede hospitalar particular apresentando quadro de febre, tosse e obstrução nasal. A criança já está recuperada.

O resultado da amostra coletada em 15 de dezembro foi liberado nesta quarta-feira. o Laboratório Central do Maranhão (Lacen) enviou amostra do caso para sequenciamento genético no Instituto Evandro Chagas, laboratório de referência no Pará, para confirmação da linhagem Darwin.

Como se prevenir


O vírus Influenza A (H3N2) e outros vírus gripais tem se aproveitado da sazonalidade, que aumenta o risco de contágio por doenças respiratórias. A Secretaria de Saúde alerta que os quadros podem evoluir para a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e a Síndrome Gripal (SG) por Influenza, que tem causado o surto no país em 2021.

As medidas de prevenção mais eficazes contra um possível surto de gripe são:
Vacinação contra a gripe, gratuita e distribuída pelo Sistema Único de Saúde (SUS), nos postos de atendimento da rede hospitalar municipal;
As medidas contra o novo coronavirus também valem aqui: uso de máscara, limpeza das mãos com água ou álcool em gel, e evitar aglomerações.

Recomendação Judicial


Na última sexta-feira (17), o Ministério Público do Maranhão (MPMA) enviou uma Recomendação à Secretaria de Estado da Saúde para que fossem adotadas providências, diante da possibilidade de surto do vírus H3N2 no Estado.

No documento, a Secretaria de Saúde foi orientada a realizar o monitoramento dos casos de Influenza, sobretudo nos grupos de risco, por meio da coleta de amostras para realização do painel viral.

Também foi solicitado que medidas preventivas para instituições escolares públicas e privadas, instituições de longa permanência (asilos) e locais com população privada de liberdade sejam tomadas.




Fonte: Oimparcial

Comentários