80% dos internados por Covid-19 no Maranhão são de não-vacinados, aponta governo

Não-vacinados são maioria dos que são internados por Covid-19 no Maranhão — Foto: Reprodução/TV Mirante


O governo do Maranhão informou nesta quarta-feira (12) que 80% dos internados por Covid-19 são pessoas que não se vacinaram.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais do governo, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, fez um apelo para que as pessoas se vacinem.

“Eu faço um apelo a todo mundo que não se vacinou, ou se vacinou pela metade: se você tomou a primeira dose, não tomou a segunda, vá tomar a segunda. Tomou a segunda e não tomou a terceira? Vá tomar a dose de reforço. Não tomou ainda? A gente tem vacina para você”, afirmou.

Carlos Lula ainda fez uma referência a Bolsonaro e disse, em suas palavras, que tomar vacina pode transformar a Covid-19 em uma 'gripezinha'.

"Você que consegue tomar as duas doses, ou as três doses da vacina, e eventualmente venha adoecer de Covid-19, você consegue sim transformar a Covid em uma 'gripezinha'. Ela pouco lhe afeta", disse o secretário.

Carlos Lula, secretário de estadual de Saúde do Maranhão. — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

De acordo com último boletim epidemiológico divulgado pelo governo, há 170 pessoas internadas em leitos de UTI ou de enfermaria na rede pública estadual de saúde no Maranhão.

Em relação a vacinação por Covid-19, os dados do governo apontam que ainda há mais de 1 milhão de pessoas que não tomaram a segunda dose da vacina, o que já garantiria uma imunização mais eficiente contra a doença.


Comentários