Agentes de limpeza de São Luís deram 48 horas para reivindicações serem atendidas

Agentes de limpeza fizeram paralisação de advertência por 24 horas na semana passada (Foto: De Jesus/O Estado)

Representantes do Sindicato de Asseio e Conservação de São Luís (Seeac) se reuniram nesta quarta-feira, 12, com a empresa responsável pela limpeza pública da capital para definir acertos quanto a pauta de reivindicação dos agentes de limpeza. O prazo para que os pedidos da categoria sejam atendidos é de 48 horas.

Na semana passada, os agentes de limpeza interromperam por 24 horas a coleta de lixo em São Luís. Eles fizeram uma paralisação de advertência pelo não pagamento de retroativos salariais concedidos ainda em 2021.

A empresa responsável pela limpeza da capital, na reuniu desta quarta, afirmou aos agentes de limpeza que abriu canal de negociação com a Prefeitura de São Luís para os repasses maiores dos serviços prestados. Somente desta forma é que a empresa poderá repassar os retroativos previstos nos acordos com a categoria.

O presidente do Seeac, Maxuel Guerra, afirmou ao Imirante que os agentes de limpeza irão aguardar a posição da Prefeitura e da empresa até a sexta-feira, 14. Após isto, se as reivindicações não forem atendidas, uma greve por tempo indeterminado será deflagrada pelos agentes de limpeza interrompendo assim o serviço de coleta de lixo em toda capital.

“Conversamos a com empresa responsável hoje e vamos esperar até a sexta-feira para que uma resposta nos seja dada. Se não tiver avanços, os agentes de limpeza irão parar as atividades por tempo indeterminado. Estamos buscando somente o que é direito da categoria”, afirmou Guerra.






Fonte: Imirante

Comentários