Bolsonaro fica irritado com comandante da FAB, que defendeu obediência dos militares a Lula, caso vença as eleições

Jair Bolsonaro e Carlos de Almeida Baptista Junior (Foto: Alan Santos/PR)


247 - Visto como o mais bolsonarista dos comandantes das Forças Armadas, o comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), Carlos de Almeida Baptista Junior, entrou em rota de colisão com Jair Bolsonaro (PL), relata Bela Megale, do jornal O Globo.

O chefe do Executivo não gostou da declaração de Baptista Júnior no sentido de que os militares prestarão continência a qualquer um que seja eleito novo presidente da República no final deste ano, inclusive ao ex-presidente Lula (PT), favorito nas pesquisas.

Bolsonaro disse a aliados que o comandante foi "infeliz" em suas falas e também não gostou que Baptista Junior tenha negado o rótulo de “bolsonarista”.

A avaliação da alta cúpula militar é de que as declarações do oficial deram margem para serem interpretadas como um gesto a Lula, mesmo que esta não tenha sido a intenção.




Brasil 247'Medo de cadeia' faz de Bolsonaro o fator imponderável nas eleições, diz William Waack




Brasil 247Lula avisa que vai mudar política de preços da Petrobrás e que não pode enriquecer acionista e empobrecer dona de casa





Ocorreu nesta quarta-feira (2) o primeiro encontro de Bolsonaro com o chefe da FAB desde o ocorrido. Ambos participaram de uma reunião com o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e os comandantes do Exército, Paulo Sergio Nogueira, e da Marinha, Almir Garnier Santos.

Comentários