Greve geral dos rodoviários é adiada para a próxima terça (29)

Frota continua a circular de forma reduzida na Grande Ilha. (Foto: Reprodução)


Após 35 dias de greve e duas assembleias realizadas nesta terça-feira (22), o Sindicato dos Rodoviários (STTREMA) resolveu adiar uma possível paralisação de 100% do sistema de transporte público coletivo de São Luís para a próxima terça, dia 29. A greve segue com funcionamento de 60% da frota de ônibus circulando na capital.

“O entendimento da categoria é que 100% da frota pare a partir de terça-feira, caso não haja uma proposta por parte dos empresários. Mas nós, do Sindicato, entendemos que temos que respeitar uma liminar [determinando a circulação de 60% da frota]. Mas eu não posso colocar na cabeça de sete mil, oito mil trabalhadores e trabalhadoras que tem que trabalhar com fome e com seus salários atrasados”, disse Marcelo Brito, presidente do STTREMA.

Na tarde de ontem, uma representação do Sindicato dos Rodoviários realizou uma manifestação com os ônibus coletivos, saindo do bairro Monte Castelo até a Avenida Beira-Mar.


Protesto com ônibus coletivos na avenida Beira Mar. (Foto: Reprodução)

Reivindicações descumpridas


Os trabalhadores reivindicam que as empresas do sistema de transporte coletivo paguem os três meses de salários atrasados, 15% de reajuste salarial e R$ 800 de ticket alimentação, além da manutenção do plano de saúde. De acordo com Marcelo Brito, uma lista com os nomes da empresas inadimplentes será enviada ao Ministério Público do Trabalho (MPT-MA). Para ele, a população e os trabalhadores não podem ficar reféns dos empresários.

“Eu acredito na Justiça, acredito no Tribunal, acredito na Procuradoria. Mas esses empresários não podem continuar confortáveis do jeito que eles estão e dizer não na cara de todo mundo. Isso é inadmissível. Até a população fica refém dos empresários, nós trabalhadores também ficamos reféns. Trabalhamos sem receber, nossa data base sem aumento nenhum”, concluiu.


Fonte: Oimparcial 

Comentários