Mais Pescado já entregou mais de 300 toneladas de peixe na Grande Ilha



Na sexta-feira (18), o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), finalizou a segunda etapa de entregas do Projeto Mais Pescado nos bairros e comunidades dos quatro municípios que compõem a Grande São Luís.

O projeto foi reiniciado em fevereiro deste ano e seguiu até o mês de março, com entregas de pescado de segunda a sexta-feira, em dois turnos. Nesta fase, o Mais Pescado alcançou a marca de mais de 200 toneladas de peixe entregues e mais de 101 famílias beneficiadas.

A primeira fase do projeto aconteceu em dezembro de 2021, quando foram entregues mais de 100 toneladas de peixe, o que resulta em 300 toneladas de peixe distribuídas ao todo pelo Mais Pescado.

Segundo o secretário da Sagrima, Luiz Henrique Lula, os caminhões do Mais Pescado estiveram em mais de 220 bairros, distribuídos em 71 polos de São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar.

“O projeto teve êxito em suas duas etapas e conseguiu chegar a quem mais precisava. E o melhor de tudo é que o peixe distribuído à população vem direto das mãos do produtor maranhense”, destaca o secretário.

Luiz Henrique Lula ressalta que, além de alavancar o setor pesqueiro do Maranhão com a aquisição do pescado pelo Estado, o projeto chega justamente para quem mais precisa, alcançando pessoas em situação de vulnerabilidade alimentar.

“O peixe é um alimento saudável. Por isso, o Governo garante tanto o incentivo para o produtor maranhense, como a segurança alimentar da população alcançada pelo Mais Pescado”, afirma o gestor.

Para a dona de casa Ana Amélia Pereira, moradora da comunidade Cajual, em São José de Ribamar, o projeto chega em um momento certo para a população. “Tem muita gente desempregada, sem ter como se alimentar direito. Na minha casa mesmo, somos cinco pessoas e uma só trabalha. As sacolas de peixe que recebi já vão ajudar na alimentação de todos”, conta.

Comentários