Maranhão ainda tem mais de 250 famílias aptas a receber descontos na conta de energia pela Tarifa Social

Mais de 256 mil famílias maranhenses, que têm direito à Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), ainda não se cadastraram no programa para economizar na conta de energia.

Maranhão ainda tem mais de 250 famílias aptas a receber descontos na conta de energia pela Tarifa Social — Foto: Divulgação/Equatorial Maranhão

A Tarifa Social de Energia Elétrica foi criada pelo Governo Federal e consiste na redução da tarifa de energia elétrica para clientes residenciais de baixa renda e povos tradicionais. As contas de energia podem ter até 65% de desconto para as famílias de baixa renda.

Segundo a distribuidora de energia Equatorial Maranhão, o Estado conquistou, recentemente o marco de 1 milhão de famílias beneficiadas pela Tarifa Social é o segundo Estado com a maior quantidade de famílias cadastradas do país, em relação a quantidade de clientes aptos a receberem o desconto. No entanto, o número de famílias que ainda podem ser contempladas com o desconto é significativo.

Segundo a Equatorial Maranhão, ela continua realizando a busca ativa dessas famílias que ainda não recebem o desconto por falta de atualização cadastral ou desconhecimento.

Como se cadastrar na Tarifa Social de Energia Elétrica


Quem ainda não possui o Número da Identificação Social (NIS), deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo para se cadastrar. Para quem já possui o NIS atualizado, pode buscar um dos canais de atendimento da Equatorial Maranhão para solicitar adesão à Tarifa Social.

Para saber se a pessoa tem o NIS ou se ele ainda está ativo, ligue para a Central de relacionamento do Secretaria Especial do Desenvolvimento Social: 0800 707 2003.

Os canais de atendimento para cadastro na TSEE, para clientes que já possuem o NIS ativo são:
  • WhatsApp (Assistente Virtual Clara) – (98) 2055-0116
  • Site: www.equatorialenergia.com.br;
  • Central 116
  • Postos de Atendimento presencial da Equatorial Maranhão
  • APP Equatorial

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um benefício concedido pelo Governo Federal, desde 2002, e beneficia as famílias de baixa renda, quilombolas, indígenas ou que recebam o Benefício da Prestação Continuada - BPC. Também estão aptas famílias cujo membro dependa da energia elétrica para sobrevivência (equipamento vital).

Critérios para ter direito à Tarifa Social de Energia Elétrica:


  • Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadastro Único, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional; OU
  • Recebendo o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social – BPC, nos termos dos arts. 20 e 21 da Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993; OU
  • Inscrito no Cadastro Único com renda mensal de até 3 (três) salários mínimos que tenha residente portador de doença ou deficiência cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica;
  • Estar classificado como as classes Residencial ou Rural na subclasse Residencial.



Fonte: G1

Comentários