Maranhense sequestrado em canteiro de obras no Mato Grosso continua desaparecido


O jovem maranhense João Felipe Santos Bogea, de 23 anos, natural da cidade de Arari, sequestrado no dia 06 de fevereiro deste ano, em Jauru, no Mato Grosso, continua desaparecido.

Segundo familiares, ele trabalhava de ajudante de obra numa hidrelétrica há sete meses, juntamente com outros maranhenses. “

De acordo com familiares, um grupo de homens armados entraram no alojamento da empresa Wiecheteck Engenharia Ltda, que presta serviço para a construção da Usina Hidrelétrica do rio Guaporé, e o levaram.

Os sequestradores fizeram ameaças contra os demais trabalhadores, que se encontravam no mesmo alojamento, e deram 24 horas para que deixassem a cidade.

No dia seguinte, os colegas de trabalho do jovem, que também estavam no local no dia do seuquestro, retornaram ao Maranhão. Todos são residentes na cidade de Arari, onde prestaram depoimento sobre o caso.

A família do jovem tem mantido contato permanente com a polícia da Jauru, mas, até o momento, não conseguiram nenhuma pista que levem ao paradeiro do jovem.

Quaisquer informações, deverão ser passadas à família pelos celulares (98) 98153-6827 e (98) 98335-4574.





Fonte: Central de Notícias

Comentários