Rússia x Ucrânia: saiba os impactos que a guerra pode causar no Maranhão

A invasão russa à Ucrânia, por mais distante que esteja territorialmente do Brasil, pode afetar a economia maranhense. Como o Maranhão é um grande produtor de soja, depende de insumos que são produzidos na Rússia, em que a comercialização está prejudicada devido aos bloqueios econômicos.

Neste cenário, quanto mais a guerra demorar para acabar, pior fica a situação dos países que dependem desses insumos agrícolas. Para o economista José Henrique Polary, a guerra não deve trazer consequências a curto prazo para o Maranhão, mas, caso persista, não há outro país que possa suprir a necessidade de insumos agrícolas como a Rússia.

O Maranhão importa mais de 160 milhões de dólares em produtos para o agronegócio, cujos itens variam de cloreto de potássio, fertilizantes e minerais até ureia. Outra preocupação é com o valor do barril de petróleo no mercado internacional, que já ultrapassou 100 dólares, uma vez que influencia diretamente no preço do combustível no país.

“Além disso, sanções impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia também podem pressionar o preço da energia, direto ou indiretamente. Se a guerra provocar uma interrupção no comércio euro-russo de combustível, os europeus terão que procurar energia em outra parte do mundo. Assim, o mercado mundial ficará ainda mais apertado e caro”, explicou o economista Luiz Fernandes.

Comentários