Urgente: Trabalhadores em Educação do MA receberão auxilio-alimentação



É verdade! Agora já neste mês de março os trabalhadores e trabalhadoras em Educação do Maranhão, passam a desfrutar dos benefícios da Campanha Salarial 2022 da categoria conquistados pelo Sinproesemma.

O pacote de ganhos deve ser comemorado haja vista mesmo com tantas dificuldades devido às consequências da pandemia o Sinproesemma foi para cima do Governo do Estado e não abriu mão das reivindicações da Campanha Salarial e garantiu os direitos dos trabalhadores.

Entre tantas conquistas do pacote de benefícios, destaque para o auxílio-alimentação, no valor de R$ 300,00 líquido no contracheque para todos os professores/as da rede pública estadual da ativa, incluindo os contratados e o pessoal administrativo, benefício que chega pra amenizar a situação das famílias haja vista a inflação e a alta dos preços da cesta básica, gás de cozinha, combustíveis entres outros aumentos promovidos pelo governo federal.

Confira a tebela Salarial.  


Com a singularidade que foi passar e sobreviver a essa pandemia, é necessário que haja uma compreensão, um olhar para trás, para que se veja de forma mais ampliada, que através da representatividade sindical, o SINPROESEMMA, foi para a luta e conquistou um grande pacote de benefícios e avanços na carreira do trabalhador/a, direitos esses que quando chegam nos contracheques, contemplam a todos, sem distinção.

E para aqueles que acham pouco, tem muito mais, o ponto principal da Campanha Salarial 2022 foi assegurar a carreira dos trabalhadores em educação do Estado, onde, além da recomposição salarial no percentual de 8% concedido pelo governo do estado, a regularização imediata das progressões com o enquadramento de todos os trabalhadores em educação em suas devidas referências foi uma das exigências da diretoria do Sinproesemma.

Com o enquadramento correto, muitos professores se movimentaram na carreira mudando de uma até cinco referências, passando o professor de 40h e na última (C-7) a receber R$ 8.739,43 em seus vencimentos e possibilitando a tão esperada aposentadoria.

Com a ampliação de matrícula, os professores em educação dos Centro Educa Mais e IEMAs dobrarão o salário e serão concedidas as gratificações de difícil acesso (15%) e área de risco (40%).

O auxílio-alimentação, no valor líquido de R$ 300,00 será para todos os professores da rede pública estadual que estão na ativa, incluindo os professores contratados e pessoal administrativo. Os professores contratados também terão os salários readequados proporcionalmente ao Piso Nacional Salarial para 20h e vão receber R$ 1.922,81.

Os professores ainda terão acrescidos nos seus rendimentos os percentuais de 15% de titulação para professor especialista, 20% para o título de mestrado e 25% para Doutorado e a cada ano 1% referente ao tempo de serviço trabalhado conforme estabelecido no Estatuto do Magistério.

O governo do Estado estabeleceu reajuste de 8% para os trabalhadores em educação e o Sinproesemma vai buscar na justiça a diferença do percentual estipulado pelo MEC, na Portaria Interministerial cujo percentual é de 33,24%.

Segundo o presidente do Sinproesemma, a negociação da Campanha Salarial 2022 buscou e alcançou de forma inédita a valorização da carreira dos trabalhadores em educação.

“Com a Campanha Salarial 2022 conseguimos zerar uma demanda antiga da categoria que são as progressões e o enquadramento correto de cada professor e professora em sua referência certa. Continuaremos a luta, agora pela automaticidade desse direito e seguiremos buscando na justiça a diferença desse percentual concedido pelo MEC. Não podemos deixar de comemorar essas conquistas para a carreira do trabalhador e seguiremos lutando em prol da categoria”, avaliou Raimundo Oliveira, presidente do Sinproesemma.

Comentários