Professor morre após passar mal em academia em São Luís


O professor Pedro André Pires Almeida, de 42 anos, que lecionava na rede pública estadual de ensino há 11 anos, morreu na manhã de terça-feira (5) quando estava treinando em uma academia no Planalto Pingão, em São Luís.

Amigos e familiares contaram que Pedro saiu da sua casa no Parque Universitário, nas proximidades do bairro João de Deus, por volta das 7 horas da manhã, com a sua esposa para ir a academia, como fazia de costume.

Durante o treino, quando estava fazendo o movimento de crucifixo, começou a se sentir mal devido a fortes dores no peito. Imediatamente ele pediu à esposa para levá-lo ao hospital. O professor chegou a dizer que poderia se tratar de um princípio de parada cardíaca.

Já dentro do carro, na frente do Hospital do Servidor, na Cidade Operária, Pedro ficou inconsciente. Várias tentativas de reanimação foram realizadas pelos médicos, mas sem sucesso.

O corpo de Pedro André foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) e deverá ser sepultado na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande Sul, de onde ele é natural. A família está organizando um velório em São Luís para que amigos possam se despedir do professor.

Pedro André trabalhou por alguns anos no município de Raposa como professor de Filosofia. Ele atuou nas escolas José França e Joaquim Aroso.

O professor estava lotado no setor de Supervisão e Currículo da Unidade Regional de Educação de São Luís (URE), órgão subordinado à Secretaria de Estado da Educação (SEDUC).



Fonte: Domingos Costa

Comentários