Yglésio diz que Moto Club desistiu da contratação de Edrean: "Não entramos em leilão"

Yglésio Moyses afirmou nesta segunda-feira que o Moto Club não tenta mais a contratação do atacante Edrean, do Cordino. O presidente do Papão garantiu que o clube desistiu da negociação depois de não concordar com a postura do atleta durante a negociação.

Yglésio Moyses, presidente do Moto Club, no Estádio Nhozinho Santos — Foto: Matheus Soares / Grupo Mirante

- Comunico à torcida do Moto Club que suspendemos, em decorrência da postura do atleta durante as negociações, a contratação do Edrean. Desejamos boa sorte ao mesmo.

Não entramos em leilão, e nem negociamos com blefe. Moto Club é time para gente séria. Avante!— Yglésio Moyses, presidente do Moto Club.

Um dos destaques do Cordino no Campeonato Maranhense, Edrean estava próximo de ser anunciado pelo Moto, para reforçar a equipe na sequência da temporada, com o promessa de contrato até o fim da Série D. Processos burocráticos como documentação e ajuda com translado do atleta até São Luís já estavam encaminhados.

O jogador, inclusive, iniciaria os trabalhos na manhã desta terça-feira, na reapresentação do time. A ideia era adiantar o processo de ritmo com os demais companheiros. Mas com o entrave na negociação na noite de segunda, anunciado por Yglésio, a situação voltou a "estaca zero". O mandatário reforçou que o clube continua no mercado atrás de outro nome para a posição.

- Vamos buscar outro reforço. Podem confiar - disse o presidente do Moto Club.

Foto: Gaudêncio Carvalho / Moto Club

Sem Edrean e a procura de uma alternativa para o nome no mercado, o Moto Club segue sua programação na semana visando o confronto contra o Juventude Samas, no domingo (1º), no Nhozinho Santos. O duelo é válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.


Fonte:https://ge.globo.com

Comentários