Governo do Maranhão trabalha para garantir segurança aos usuários do serviço de ferryboat

Foto: Divulgação


O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), está engajado e comprometido em melhorar a prestação do serviço aquaviário no Maranhão. Como já havia sido anunciado, voltou à operação, nesta segunda-feira (23), a embarcação Baía de São Marcos, que passou por uma ampla reforma em toda infraestrutura, incluindo climatização do espaço de passageiros. Com isso, o Serviço Aquaviário de travessia, entre o Terminal da Ponta da Espera e Cujupe, volta a ter três embarcações, aliviando a grande demanda do serviço.

Uma quarta embarcação, a Araioses, encontra-se em manutenção dos motores e está prevista para voltar a operar no início do próximo mês.

“A MOB está trabalhando firme e vai cumprir a determinação do governador Carlos Brandão de resolver os problemas na travessia entre Ponta da Espera e Cujupe, com firmeza e transparência com toda a população”, destacou presidente da MOB, Celso Henrique.


Embarcações em operação

Atualmente, três embarcações estão em operação, sendo elas: 1- Cidade de Alcântara, com capacidade de 600 passageiros e 38 veículos (dependendo do mix de veículos grandes e pequenos); 2- Cidade de Cururupu, com capacidade de 582 passageiros e 35 veículos (dependendo do mix de veículos grandes e pequenos); 3- Baía de São Marcos, com capacidade de 560 passageiros e 52 veículos (dependendo do mix de veículos grandes e pequenos).


Comentários